Videochamadas podem ser Substituídas por reuniões em realidade virtual


A divisão de realidade virtual (VR) do Facebook a Oculus anunciou nesta quinta-feira (19) uma versão de teste projetada para simular o ambiente de reuniões presenciais. 

Horizon Workrooms

Esse espaço, denominado Horizon Workrooms, está disponível para quem possui headsets Quest 2, que custam US $ 299 (aproximadamente 1.600 reais pelos preços atuais) e não são comercializados oficialmente no Brasil.

Quando realiza a conexão com outros usuários, é possível configurar os avatares e interagir com elementos como quadros brancos, cadernos e telas iniciais.

Pessoas sem fones de ouvido podem se conectar por videochamadas tradicionais e participar pela “tela” da sala.

O dispositivo também possui uma tecnologia chamada “áudio espacial”, que pode simular a direção da origem do som. A tentativa é simular o ambiente físico. Os aplicativos de realidade virtual já existem há muitos anos, mas ainda não decolaram – ainda é uma tecnologia cara com muitas limitações porque requer muito poder de processamento gráfico.

Foto: Divulgação

A tecnologia

Essas notícias do Facebook são um passo na direção do que o CEO da empresa, Mark Zuckerberg, chamou de “metauniverso” – um universo digital que se sobrepõe à realidade física de alguma forma.

Em uma entrevista recente ao site norte-americano “The Verge”, Zuckerberg afirmou que o “Meta Universe” pode se tornar o sucessor da Internet como a conhecemos e substituir parcialmente a interação com telefones celulares e outras telas. Alguns outros executivos da indústria de alta tecnologia também concordam com essa visão.

No mesmo site, o responsável pelo Facebook afirmou que a empresa utiliza Workrooms para reuniões internas há cerca de seis meses

Mesmo assim, os óculos VR ainda estão distantes de conquistar o público geral – pode ser pelo preço ou pelo design que não é tão discreto ou confortável.

Com informações de G1 adaptado para o Jornal Contábil



Fonte Original