INSS: por que devo contribuir?


Boa parte dos trabalhadores brasileiros é um segurado do INSS. Existem várias categorias de segurados, cada uma se encaixa em um determinado perfil, são elas: 

  • Segurado obrigatório – faz contribuições para o INSS involuntariamente, pois  normalmente trabalha de carteira assinada (empregado, empregado doméstico, trabalhador avulso, segurado especial e contribuinte individual);
  • Segurado facultativo –  faz arrecadações para o INSS de forma opcional. Nesse caso, qualquer pessoa que não exerça nenhuma função remunerada pode se tornar um contribuinte facultativo.

O que muitas pessoas não sabem é que a aposentadoria é somente um dos muitos benefícios garantidos pelo INSS aos seus segurados.

Acompanhe o artigo e fique por dentro do assunto.

Quais são os direitos que o INSS assegura aos seus contribuintes?

Como foi mencionado anteriormente, o INSS garante a aposentadoria e vários outros benefícios, são eles:

Auxílio-doença 

É um benefício por incapacidade,  garantido para o segurado do INSS que comprove, através de perícia médica, estar momentaneamente impossibilitado para o trabalho em por causa de doença ou acidente.

Aposentadoria por invalidez

É um benefício previdenciário assegurado ao trabalhador permanentemente incapaz de exercer suas  funções de trabalho, não podendo ser reabilitado em outra atividade.

Aposentadoria

É um benefício garantido pelo INSS ao contribuinte que se encaixe nos requisitos exigidos pelo órgão (aposentadoria por idade, aposentadoria por tempo de contribuição, aposentadoria especial)

Auxílio-acidente

É um benefício previdenciário indenizatório, assegurado aos contribuintes que sofrem qualquer tipo de acidente que resultem em danos que diminuam sua capacidade de trabalhar.

Auxílio-reclusão

É assegurado aos dependentes de segurados que foram presos, o benefício se estende apenas durante o período de detenção ou reclusão.

Pensão por morte

É um benefício garantido pelo INSS aos dependentes do segurado falecido

Salário-maternidade

É um direito assegurado pelo INSS para as pessoas que se afastam temporariamente de suas atividades por motivo de nascimento do filho, adoção, aborto não criminoso ou guarda judicial por motivo de adoção.

Vale ressaltar, que ser um contribuinte do INSS é uma forma segura de garantir esses direitos. Sabemos que a aposentadoria é a maior meta de boa parte dos trabalhadores, porém entender que se acontecer alguma eventualidade o INSS dá suporte ao segurado é um alívio para o cidadão.

Como o INSS assegura esses benefícios ao trabalhador?

Os benefícios do INSS funcionam como um seguro de automóvel. A pessoa paga um determinado valor e pode usar o seguro; caso aconteça acidente, roubo, ou algo que esteja determinado no contrato. Quando o seguro não é pago, o proprietário do veículo  perde o direito de receber o seguro. Com o INSS acontece da mesma forma, o segurado que contribui corretamente poderá usufruir dos benefícios que precisar, porém quando as arrecadações não são realizadas, os direitos também são perdidos.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

O post INSS: por que devo contribuir? apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal.



Fonte Original