Auxílio Emergencial: Caixa vai pagar a 8ª parcela?


Imagem por @freepik / freepik / editado por Jornal Contábil

O auxílio emergencial continua sendo a esperança de muitas pessoas que depois do mês de outubro ficaram sem nenhuma renda, mais de 22 milhões de pessoas ainda têm esperança do benefício ter uma nova rodada. Nos bastidores da política corre rumores que haverá uma 8ª parcela do auxílio. Porém, o governo não confirma mas também não nega.

Isso porque, o Auxilio Brasil se tornou uma dor de cabeça para o Executivo que ainda luta para a aprovação da PEC dos precatórios para bancar o valor de R$ 400 no ano que vem.

O fim do auxílio emergencial terminou dando esperança aos brasileiros que o novo Bolsa Família iria contemplar a todos que estavam recebendo o auxílio emergencial e fosse de baixa renda.

Haverá uma nova parcela em novembro do auxílio emergencial

Os beneficiários do Auxílio Emergencial que não recebia o Bolsa Família não terão nenhuma proteção do governo neste mês. O Auxílio Brasil está sendo pago somente para quem já estava inscrito no Bolsa Família e já recebia normalmente. Os valores começaram a ser liberados no dia 17 de novembro e seguem até o dia 30 sendo depositados na Poupança Social Digital.

O governo prometeu que o Auxílio Brasil iria beneficiar 17 milhões de famílias, no entanto, somente as 14,6 milhões de famílias que já recebiam o Bolsa Família estão sendo beneficiadas.

O Ministério da Cidadania promete para o mês de dezembro a ampliação de famílias que serão atendidas pelo novo programa de transferência de renda. Porém, o ministro João Roma tem deixado claro que tudo vai depender da aprovação da PEC dos precatórios pelo Senado Federal.

Quem pode receber o Auxílio Brasil?

Por enquanto somente os que eram atendidos pelo Bolsa Família estão sendo contemplados pelo Auxílio Brasil, os recursos para essas pessoas estão sendo transferidos automaticamente.

O ministro da Cidadania, João Roma prometeu para dezembro a inclusão de 2,4 milhões de cidadãos que recebiam o Auxílio Emergencial para serem contemplados pelo Auxílio Brasil. No entanto, o Ministério da Cidadania fará uma seleção, levando em conta o cadastro dessas pessoas no CadÚnico, por isso, que estiver com os dados desatualizados correm o risco de ficarem de fora.

Para ter direito ao Auxílio Brasil é necessário que as famílias estejam inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) ou ter seus dados atualizados.

Veja as regras para ter acesso ao Auxílio Brasil

As famílias precisarão estar em condição de extrema pobreza ou pobreza

ter uma renda familiar per  capita igual ou inferior a R$ 100.

As famílias em condição de pobreza precisam ter uma renda per capita mensal de R$ 200

precisam estar inscritas no Cadastro Único.

Para quem ainda não está inscrito no CadÚnico deverá se dirigir ao CRAS (Centro de Referência de Assistência Social de sua cidade. Você precisará estar de posse da documentação exigida para a inscrição. Confira:

Identidade

CPF

Título de Eleitor

Certidão de Nascimento

Certidão de Casamento

Carteira de Trabalho

Certidão Administrativa de Nascimento Indígena (Rani).

Calendário do Auxílio Brasil para o mês de novembro e dezembro

O post Auxílio Emergencial: Caixa vai pagar a 8ª parcela? apareceu primeiro em Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal.



Fonte Original