As Melhores Empresas de Mudanças em Guarulhos


Mudanças residenciais podem ser um processo complicado e problemático. Por isso é muito importante escolher a empresa de mudança certa. Pensando nisto o portal Mudancas.com elaborou lista com as 10 melhores empresas de mudanças de Guarulhos.

Para elaborar o ranking foi feita pesquisa com 215 clientes de 28 empresas de mudanças de Guarulhos e região.

O questionário perguntou aos clientes:

  1. A empresa foi pontual?
  2. Como foi a cortesia dos funcionários?
  3. A mudança chegou intacta ao destino?
  4. Qual a relação custo/benefício do serviço.

Para cada item foi dada uma nota de 1 a 5.

O resultado da pesquisa pode ser visto aqui.

Antes de contratar uma transportadora de mudanças sugerimos que:

1. Procure por referências. Pesquise em sites como o Reclame Aqui se a empresa têm boa reputação. Pergunte a familiares, amigos e colegas de trabalho se eles podem indicar alguma empresa ou se conhecem o serviço da transportadora que você está consultando.

2. Desconsidere empresas com valores muito abaixo do cobrado pelas demais. Usualmente preços baixos demais que é um sinal de que os serviços não são bons.

3. Não pague adiantado, transportadoras de mudanças que cobram adiantado podem prestar um serviço lastimável visto que já receberam. Um sinal é admissível.

4. Peça o CNPJ da empresa e verifique a quantos anos ela está no mercado. Não se mude com carreteiros que não possuem empresa registrada e nem pelo menos 2 anos de mercado.

5. Verifique o endereço. Pesquise na internet se o endereço é comercial e se ele é real. Desconfie de empresas que se utilizam de endereços residenciais.

6. Não contrate sem ter pelo menos 3 orçamentos em mãos.  Os preços podem variar muito dentro de uma certa faixa, não estamos falando dos orçamentos extremamente baixos.

Acessando o portal Mudancas.com você consegue solicitar e receber orçamentos de pelo menos 4 empresas de mudanças de Guarulhos, SP e de outras cidades do Brasil. 

O post As Melhores Empresas de Mudanças em Guarulhos apareceu primeiro em Rede Jornal Contábil – Contabilidade, MEI , crédito, INSS, Receita Federal.



Fonte Original